EX-COMANDANTE-GERAL DA PM MINEIRA FALA SOBRE O IBSP EM SEMINÁRIO

por Azor Lopes da Silva Júnior (presidente do IBSP), com a colaboração de Gilberto Protásio dos Reis, secretário do Conselho Deliberativo.

Ocorreu ontem (18 de fevereiro de 2020), em Belo Horizonte, no “Auditório JK” da Cidade Administrativa o seminário de lançamento da Nova Metodologia do IGESP.

Segundo o doutor Gilberto Protásio dos Reis, Coronel da Reserva da Polícia Militar mineira e associado fundador do Instituto Brasileiro de Segurança Pública (IBSP), a sigla “IGESP” “significa ‘Integração e Gestão da Segurança Pública’” e foi uma política pública “implantada oficialmente pelo governo de Minas no ano de 2005, após bons resultados de inovações que vinham ocorrendo na Polícia Militar de Minas Gerais desde o final dos anos 1990, as quais vinham sendo ampliadas quanto ao foco e se transformando em um arranjo interorganizacional. Um dos lugares em que tal transformação houvera sido feita fora o Batalhão de Polícia Militar sediado em Pouso Alegre, no Sul de Minas, sendo então Comandante o então Tenente Coronel Márcio Martins Sant’Ana”.

No evento, o Coronel da Reserva da Polícia Militar de Minas Gerais, Márcio Martins Sant’Ana, que ostenta em seu currículo ter sido Comandante da 6ª Região, Chefe do Estado-Maior, Comandante-Geral da Corporação, presidente do Conselho Nacional dos Comandantes-Gerais, e que agora é Associado Honorário do IBSP, falou à plateia do seminário “A experiência dos Estados e os novos rumos da integração em segurança pública”, evento que foi aberto ministro da justiça e da segurança pública Sérgio Moro.

Destacaram-se na fala de SANT’ANA a necessidade de associar a Ciência Policial à técnica e a sugestão de parceria entre o IBSP e a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, especialmente agora que o Conselho Nacional de Educação (CNE-MEC) reconheceu a existência desse âmbito de estudos (sobre o tema confira-se: http://ibsp.org.br/pensamento-socionormativo-da-seguranca-publica/mec-reconhece-ciencias-policiais-como-area-do-saber/).

Além do ministro Sérgio Moro, participaram o General Mário de Araújo, Secretario de Estado da Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, além de pesquisadores da Fundação João Pinheiro, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, da Polícia Civil de Minas Gerais e da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Espírito Santo. (Na foto, o Coronel Márcio Martins Sant’Ana é o terceiro de terno da direita para a esquerda; o General Mário de Araújo é o quarto 4° de terno da direita para a esquerda).

A presidência do IBSP desde já incorpora aos seus objetivos institucionais as propostas apresentadas por SANT’ANA, ao mesmo tempo em que rende os devidos agradecimentos ao seu primeiro Associado Honorário e, abaixo, disponibiliza o Abstract e a íntegra de seu Paper:

“O texto considera oportunidades e desafios inerentes à retomada da metodologia de Integração e Gestão da Segurança Pública (IGESP) em Minas Gerais. Utiliza como base de reflexões variadas publicações recentes do Instituto Brasileiro de Segurança Pública (IBSP), além do Parecer do Conselho Nacional de Educação, que reconheceu em 2019 as Ciências Policiais como campo do saber científico no Brasil, e os documentos Metodologia IGESP e Diretriz de Integração da Gestão em Segurança Pública 2020-2022, a pesquisa de campo promovida pela organização britânica Welcome Trust no Brasil e em outros 143 países, a respeito da percepção dos brasileiros quanto à confiabilidade da ciência e da relação entre esta e o desenvolvimento econômico e social do país, e o Protocolo de Intenções firmado em 2014 entre a Secretaria de Estado de Defesa Social, a Polícia Civil, a Polícia Militar de Minas Gerais e três municípios-pilotos. Argumenta que  há necessidade de agregar aos esforços mineiros de retomada do IGESP, a atenção ao paradigma inerente ao fato de que existem uma teoria geral e um método observacional das Ciências Policiais.” (SANT’ANA, M.M. 2020. As ciências policiais e a retomada do IGESP em Minas Gerais. “A experiência dos Estados e os novos rumos da integração em segurança pública”, 18 fev. 2020 (Anais), Fundação João Pinheiro (Coord.), Auditório JK da Cidade Administrativa de MInas Gerais).

 

Clique aqui para acessar a íntegra do Paper: As Ciências Policiais e a retomada do IGESP em Minas Gerais_SANT’ANA, M.M. 2020

The following two tabs change content below.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.