ATUALIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS ADOTADOS NA PMESP NA DOUTRINA DE GERENCIAMENTO DE CRISES, MODELO ESTÁTICO, PARA O MODELO DINÂMICO DE GESTÃO DE CRISES

Palavras-chave: Sistema de Comando de Incidentes, Sistema de Comando de Operações e Emergências (SICOE), Organizações Criminosas Ultraviolentas

Resumo

O artigo apresenta a necessidade de atualização dos procedimentos de gerenciamento de crises na Polícia Militar do Estado de São Paulo, que atualmente está pautado no Sistema Estático, que não é suficiente para o gerenciamento de incidentes dinâmicos, tais como eventos envolvendo Atiradores Ativos ou Ataques Múltiplos Ataques Coordenados, que se caracterizam pela movimentação dos agressores em busca de suas vítimas e de seus alvos, que demandam um sistema dinâmico de gerenciamento de incidentes. Para tanto, foi realizada extensa pesquisa bibliográfica, documental e normativa. A pesquisa tem como justificativa a evolução dos incidentes dinâmicos, que põem em risco a ordem pública e o dever de eficiência consubstanciado na busca pela excelência dos serviços prestados ao cidadão, uma vez que procedimentos atualizados e adequados impactam diretamente na preservação de vidas e mitigação dos riscos envolvidos na atividade de segurança pública, notadamente no gerenciamento de incidentes. Dentre os resultados, depreendeu-se que há necessidade de adequação doutrinária e terminológica, além da integração dos sistemas de gerenciamento de crises da Policia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) com outros órgãos e instituições responsáveis para possibilitar o adequado funcionamento do Gabinete de Crise.

 

Biografia do Autor

Paulo Augusto Aguilar, Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP)

Possui graduação em Bacharel Ciências Policiais da Segurança e Ordem Pública (1998) e em Ciências Jurídicas pela Universidade Bandeirantes (2004), Pós Graduação em Direito Penal, Administrativo e Processual Penal. Mestrado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pelo Centro de Altos Estudos de Segurança "Cel PM Nelson Freire Terra" (2018). Atualmente é professor do Instituto Mauá de Tecnologia, do Bacharelado e Mestrado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública na Polícia Militar do Estado de São Paulo - CAES. É Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, atuando principalmente nos seguintes temas: NIMS - National Incident Management System, Gerencimaneto de Micro e Macro Incidentes/Crises Policiais, ICS - Incident Command System, contraterrorismo, terrorismo e Processo Decisório.

CV: http://lattes.cnpq.br/3157820343640651

Marco Antonio da Silva Rodrigues, Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP)

Possui graduação em Curso de Formação de Oficiais - Polícia Militar do Estado de São Paulo (1998), graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (2004) e mestrado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2011).

CV: http://lattes.cnpq.br/1681228518169835

Osvaldo José da Silva Júnior, Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP)

Possui mestrado em Mestrado em Ciência Policiais de Segurança e ordem pelo Centro de Altos Estudos de Segurança Cel PM Nelson Freire (2019). Atualmente é Major QOPM da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

CV: http://lattes.cnpq.br/4216418081917617

Djair Silva Souza, Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP)

Possui mestrado em Mestrado em Ciência Policiais de Segurança e ordem pelo Centro de Altos Estudos de Segurança "Cel PM Nelson Freire"(2019). Atualmente é Major QOPM da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Pública.

CV: http://lattes.cnpq.br/1573591024164208

Adriano Giovanini, Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP)

Graduado em Segurança Pública pelo Curso de Formação de Oficiais na Academia de Oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo (1992); Graduado em Engenharia de Automação e Controle (Mecatrônica) pela Universidade Paulista -UNIP (2003). Título de Mestre em Tecnologia Nuclear pela Universidade de São Paulo (USP) e Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) Título de Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pelo Centro de Altos Estudos de Segurança da Polícia Militar do Estado de São Paulo

CV: http://lattes.cnpq.br/5304924170631575

Ana Carolina Russo, Instituto Mauá de Tecnologia

Possui graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, mestrado em Tecnologia Nuclear pela Universidade de São Paulo e doutorado em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Atualmente é professora e coordenadora de curso de especialização na área de segurança do trabalho do Instituto Mauá de Tecnologia. Há três anos desenvolve trabalhos em conjunto com a Policia Militar do Estado de São Paulo visando a melhoria na qualidade de vida desses profissionais.

Referências

AGUILAR, P. A. MACTAC - Multi-Assault Counter-Terrorist Action Capabilities (Capacidade de Resposta Contraterrorista Frente a Múltiplos Ataques). [s.l.]: [s.ed.], p. 45–57, 2016.

AGUILAR, P. A. MACTAC - Capacidade de Resposta Contraterrorista Frente a Múltiplos Ataques. Disponível em: http://www.defesanet.com.br/terror/noticia/26770/MACTAC---Capacidade-de-Resposta-Contraterrorista-Frente-a-Multiplos-Ataques--/. Acesso em: 6 nov. 2019.

BOSSOLAN, M. Marcos bossolan salvando Cintya PaulinoBrasil, 2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FpraqOxy1-I. Acesso em: 12 jan. 2020

CBPMESP. Diretriz no CCB-004/93. Sistema de Comando de Operações e Emergências - Sicoe. São Paulo: [s.ed.].

DEPARTMENT OF HOMELAND SECURITY, U. Homeland Security Presidential Directive-5. [s.l: s.n.]. Disponível em: https://www.dhs.gov/sites/default/files/publications/Homeland Security Presidential Directive 5.pdf. Acesso em: 11 jan. 2020.

FEDERAL EMERGENCY MANAGEMENT. National Incident Management System. Washington: [s.n.]. Disponível em: www.dhs.gov. Acesso em: 12 jan. 2020.

FERNANDES, E. DE O. As Ações Terroristas Do Crime Organizado. [s.l.] Livrus, 2012.

FERNANDES, E. DE O. As ações terroristas do crime organizado no Brasil. Disponível em: http://www.defesanet.com.br/terror/noticia/24246/As-acoes-terroristas-do-crime- organizado-no-Brasil/. Acesso em: 11 jan. 2020.

IG SÃO PAULO. Homem nu protagoniza briga em plena Rua 25 de Março. Disponível em: https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-09-01/25-de-marco.html. Acesso em: 12 jan. 2020.

LIEBE, B. ICS and unified command: A decade later. Tactical edge archives, 2016.

MACHADO, R. N. Atirador ativo: impositivo de emprego do sistema dinâmico de gerenciamento de crises. [s.l.] Policia Militar, 2014.

MCCHRYSTAL, S. et al. Team of Teams: New Rules of Engagement for a Complex World. [s.l.] Portfolio, 20015.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA. Sistema de Comando de Incidentes (SCI). Secretaria Nacional de Segurança Pública, 2018.

MOHN, E. Advance Rapid Deployment Instructors Course. ITOA MACTAC, p. 4–6, 2011.

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. A Guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK® Guide). 6. ed. [s.l.] Project Management Institute, 2017.

RAZA, S. Metodologia de avaliação de conflitos e análise de políticas para os setores de Segurança e Defesa. Revista Defesa e Segurança, v. 1, p. 260–278, 2016.

RITTEL, H. W. J.; WEBBER, M. M. Dilemmas in a General Theory of Planning. Policy Sciences, v. 4, n. 2, p. 155–169, 1973.

SANOW, E. MACTAC-NextGen Active Shooter Response. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2020.

SOFFNER, R. K. EMPRESAS, CAOS E COMPLEXIDADE: GERINDO À BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS. RAE-eletrônica, v. 1, n. 1, 2002.

SOUZA, W. M. DE. Gerenciamento de crises: Negociação e atuação de Grupos Especiais de Polícia na solução de eventos críticos. [s.l.] Polícia Militar do Estado de São Paulo, 1995.

SOUZA, W. M. DE. Ações do policial negociador nas ocorrências com reféns. [s.l.] Policia Militar, 2002.

TALEB, N. N. A lógica do Cisne Negro: O impacto do altamente improvável. [s.l.] Best Seller, 2015.

WANG, D. N. S. WITH Y. The Three Windows of Opportunity. Disponível em: https://hbswk.hbs.edu/archive/the-three-windows-of-opportunity. Acesso em: 12 jan. 2020.
Publicado
2022-05-05
Como Citar
Aguilar, P., Rodrigues, M. A., da Silva Júnior, O., Souza, D., Giovanini, A., & Russo, A. C. (2022). ATUALIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS ADOTADOS NA PMESP NA DOUTRINA DE GERENCIAMENTO DE CRISES, MODELO ESTÁTICO, PARA O MODELO DINÂMICO DE GESTÃO DE CRISES. Revista Do Instituto Brasileiro De Segurança Pública (RIBSP) - ISSN 2595-2153, 5(11), 144-159. https://doi.org/https://doi.org/10.36776/ribsp.v5i11.141