APLICABILIDADE DA METODOLOGIA DE GESTÃO POR PROCESSOS NA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ

a padronização de seus processos operacionais e administrativos.

Palavras-chave: Processos organizacionais, Procedimentos-padrão, Padronização, Eficiência, Polícia Militar

Resumo

A gestão por processos é uma metodologia que possibilita melhorar as atividades funcionais das organizações, tornando-as mais adequadas às demandas sociais, pois definem meios de padronização dos processos organizacionais e procedimentos realizados. Este artigo tem por objetivo apresentar a aplicação da Gestão por Processos na Polícia Militar do Estado do Pará, com intuito de oferecer serviços adequados às necessidades dos cidadãos-usuários. Neste estudo acadêmico, por meio de pesquisa aplicada, qualitativa e exploratória, ficou notório que os serviços prestados pela instituição devem ser mapeados, modelados e melhorados, por meio da Gestão por Processos, mediante adoção de meios tecnológicos e capacitação técnica dos policiais militares envolvidas nas atividades finalísticas e meio da instituição, a fim de ser prestado um policiamento ostensivo mais eficiente.

Biografia do Autor

Clay Anderson Nunes Chagas, Universidade do Estado do Pará (UEPA)

Possui graduação em Geografia Licenciatura e Bacharelado pela Universidade Federal do Pará (1998), mestrado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (2002) e doutorado em Desenvolvimento Socioambiental pela Universidade Federal do Pará (2010). Atualmente é Vice Reitor da Universidade do Estado do Pará, participa do Programa de Pós Graduação em Geografia e do Programa de Pós Graduação em Segurança Pública pela Universidade Federal do Pará como professor Permanente. Professor da Universidade do Estado do Pará atuando no curso de graduação em Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia. Professor Colaborador no Instituto de Ensino em Segurança Pública e Defesa Social do Estado Pará e Professor Colaborador da Universidade de Cabo Verde no Programa de Pós Graduação em Segurança Pública. É associado ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Sócio da Associação Internacional de Criminologia de Língua Portuguesa. Membro do Instituto Histórico Geográfico do Pará. É consultor do Roster pré aprovado para a América Latina do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD/ONU) na categoria de Prevenção à Violência (2016-2018). Líder do Laboratório de Pesquisa e Análise em Geografia da Violência e do Crime. Tem experiência de Segurança Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: Gestão do Território, Criminalidade, Homicídio e Cartografia.

CV: http://lattes.cnpq.br/3537327292901649

 

Itamar Rogério Pereira Gaudêncio, Polícia Militar do Pará (PMPA)

Doutor em História Social da Amazônia/UFPA (2016); Mestre em História Social da Amazonia/UFPA(2007); Especialista em Ciências Jurídicas pela Universidade Cruzeiro do Sul (2015). Especialista em Defesa Social e Cidadania IESP(2017). Bacharel e Licenciado Pleno em Historia pela Universidade Federal do Pará (2003). Bacharel em Ciência da Defesa Social e Cidadania IESP/UEPA (2008). Bacharel em Direito pela Universidade Cidade de São Paulo-UNICID (2016). Atualmente é MAJOR da PMPA Docente do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Pará e do Curso de Bacharelado em Direito e Bacharelado e Licenciatura Plena em História na Escola Superior Madre Celeste. Exerceu a função de Coordenador do Curso de Direito na mesma Instituição de Ensino Superior no período de fevereiro à julho de 2019. Associado efetivo do INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO PARÁ na cadeira nº 30 cujo patrono É O HISTORIADOR MANOEL BARATA; Sócio honorário da ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE BRAGANÇA. Professor Associado da ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HISTÓRIA (ANPUH-BRASIL); Professor Associado da ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA ORAL (ABHO-BRASIL). Professor MEMBRO ASSOCIADO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE SOCIOLOGIA (APS); Membro do grupo de pesquisa MILITARES, POLÍTICA E FRONTEIRAS NA AMAZÔNIA/PPHIST-UFPA; Pesquisador das relações de sociabilidade, lazer esportivo e segurança pública. história social do futebol e do esporte paraense; história social da Polícia Militar do Pará;Discute os seguintes temas: identidade, historia social do esporte, cultura, lazer e sociabilidade, politica e esporte, subúrbio e cultura de classe. Historia social da policia militar, relação segurança publica e papel das policias, formação policial militar, trabalho policial militar; missão constitucional da polícia militar, experiência dos sujeitos, militarismo e sociedade, policia comunitária e discurso de poder. Tem experiência na pesquisa em historia social sobre a cidade a partir do ponto de vista do esporte e pesquisa feita no arquivo publico sobre o mito origem da policia militar do Pará. Tem experiência no campo docente como supervisor e Professor do curso de formação de Soldados da pmpa, cursos de formação de Sargentos, Curso especial de formação de sargentos, curso de aperfeiçoamento de sargentos; orientador e Professor nos níveis de graduação e especialização na Pmpa no curso de formação de Oficiais, Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, Curso Superior de Policia, respectivamente. Exerceu a função de Chefe da Divisão de Ensino da Academia de polícia Militar ?Cel Fontoura?. no período de 2015 a 2017. Exerceu a função de Chefe da sub seção de Metodologias Preventivas e Repressivas do Estado Maior Geral da PMPA durante o período de Março a Junho de 2017. Exerceu a função de Chefe da Seção de Especialização da Diretoria de Ensino e Instrução da PMPA no período de junho de 2017 a janeiro de 2020. atualmente Exerce a função de SubComandante da Academia de Polícia Militar "Cel Fontoura" desde 17 de janeiro de 2020.

CV: http://lattes.cnpq.br/6749897998832683

Jorge Fabrício dos Santos, Instituto de Ensino de Segurança Pública do Pará

Bacharel em Direito pela Faculdade Metropolitana da Amazônia (FAMAZ); Bacharel em Ciência de Defesa Social e Cidadania, pelo Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP); Graduado em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA); Especialista em Política e Gestão em Segurança Pública, pela Faculdade do Pará (FAP); Especialista em Gestão de Segurança da Informação, pela Universidade Sul de Santa Catarina (UNISUL); Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão em Educação à Distância, pela Universidade Federal Fluminense (UFF); Especialista em Direito Militar, pela UNICID e pós-graduando e Direito Administrativo na Universidade Candido Mendes (UCAM), Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade da Amazônia (UNAMA) e Especialista em Gestão da Informação e Análise Criminal pela Universidade Federal do Pará (UFPA). É professor do Instituto de Ensino de Segurança Pública do Pará (IESP) no Curso de Formação de Oficiais PM, Curso de Habilitação de Oficiais (CHO), Curso de Adaptação de Oficiais (CADO), no Curso de Formação de Praças PM, Curso de Adaptação à Graduação de Sargentos (CGS) e Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS). Tutor à distância dos cursos EaD do Ministério da Justiça, Tutor Presencial do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), professor da Escola de Governança Pública do Pará (EGPA), professor da Faculdade da Amazônia (FAAM), do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) e da Escola de Administração Penitenciária (EAP). É Oficial da Polícia Militar do Pará, no Posto de TENENTE-CORONEL PM, exerceu os cargos de Comandante de DPM´s (Jacundá e Goianésia do Pará), Subcomandante da 6ª CIPM, Chefe das Seções de Motomecanização do CSM e de Gerenciamento de Manutenção do Almoxarifado Central, Também exerceu as funções de Chefe da Subseção de Gestão por Processos e Chefe da 7ª Seção do Estado Maior Geral da PMPA. Exerceu também a função de Gerente de Operações de Inteligência na Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (SIAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social -SEGUP/PA. Exerceu a função de Chefe de Gabinete da Casa Militar da Governadoria do Estado do Pará e atualmente Coordenador de Logística Administrativa deste órgão estadual e Discente no Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação em Segurança Pública da Universidade Federal do Pará (UFPA).

CV: http://lattes.cnpq.br/2274425533276987

Referências

ASSOCIATION OF BUSINESS PROCESS MANAGEMENT PROFESSIONALS. ABPMP. Um guia para o Gerenciamento de Processos de Negócio - Corpo Comum de Conhecimento. V. 2. Chicago ABPMP, 2009.

____. Guia para o gerenciamento de processos de negócio – corpo comum de conhecimento – ABPMP BPM CBOK (Business Process Management Commom Body of Knowledge) – Versão 230. 1ª ed. Chicago: ABPMP, 2013.

PINHO, Bruno et al. Estruturação de Escritório de Processos. Relatórios Técnicos do Departamento de Informática Aplicada da UNIRIO n° 0001/2008. Rio de Janeiro: UFERJ, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

____. Decreto-Lei nº 1.002, de 21 de outubro de 1969. Institui o Código de Processo Penal Militar. Disponível em . Acesso em 29 jan. 2020.

____. Ministério da Defesa. Exército Brasileiro. Sistema de Excelência na Organização Militar –SE- OM. Brasília: Gabinete do Comandante do exército, 2008.

____. Ministério de Minas e Energia. Agência Nacional de Energia Elétrica. Manual de gestão de processos organizacionais da ANEEL. 4ª ed. Brasília: ANEEL, 2012.

____. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Escola Nacional de Administração Pública –ENAP. Curso Introdução à Gestão de Processos. Brasília: MPOG, 2015. Disponível em:. Acesso em: 28 mar. 2020.

____. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Gestão.
Guia D simplificação / Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Gestão. 2ª ed. – Brasília: MPOG/SEGES, 2006.

____. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Escola Nacional de Administração Pública – ENAP. Curso de Análise e Melhoria de Processos Metodologia MASP. Brasília: ENAP, 2015.
____. Procuradoria Geral da República. Secretaria Jurídica e de Documentação.
Manual de gestão por processos. Brasília: MPF/PGR, 2013.

____. Tribunal de Contas da União. Instituto Serzedello Corrêa. Curso de Mapeamento de Processos de Trabalho com BPMN e BIZAGI. Brasilia: Editora do TCU, 2013.

FUNDAÇÃO NACIONAL DA QUALIDADE. Cadernos de Excelência: Processos. São Paulo: Fundação Nacional da Qualidade, 2008.

GOIÁS. Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento Goiânia. Modelagem de processos com BiZagi Modeler. V-3. Goiânia: CGEPLAN/GEPROC, 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 jan. 2020.

NASCIMENTO, Josebel Silveira do e MATOS, Péricles de. Padronização dos procedimentos operacionais específicos, por parte da companhia de operações especiais da Polícia Militar do Estado de Sergipe, diante de situações policiais criticas envolvendo refém ou vítima. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

PARÁ. Decreto nº 1.625, de 18 de outubro de 2016. Regulamenta a Lei Complementar nº 053, de 7 de fevereiro de 2006, alterada pela Lei Complementar nº 093, de 15 de janeiro de 2014, que dispõe sobre a organização básica da Polícia Militar do Estado do Pará, e dá outras providências. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

____. Diretriz Geral de Emprego Operacional da Polícia Militar do Pará nº 001/2014 DGOp/PMPA. Publicado no Aditamento ao BG n° 100, de 30 maio 2014. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

____. Diretriz nº 001/2017 – Estado Maior Geral PM/7. Estabelece o modelo de Procedimento Operacional Padrão (POP) e de Procedimento Administrativo Padrão (PAP), a forma de confecção destes documentos e o setor validador na PMPA. Polícia Militar do Estado do Pará. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

____. Diretriz nº 001/2019 – Estado-Maior Geral PM/7. Estabelece a metodologia para a construção e aplicação de processos organizacionais no âmbito da PMPA e dá outras providências. Disponível em:. Acesso em: 29 mar. 2020.

____. Diretriz nº 002/2019 – Estado-Maior Geral PM/7. Estabelece o Sistema Integrado de Indicadores na PMPA – SIPM e a metodologia de construção, validação e execução de indicadores no âmbito da corporação. Disponível em:. Acesso em: 29 mar. 2020.

____. Lei Complementar nº 053, de 07 de fevereiro de 2006. Dispõe sobre a organização básica e fixa o efetivo da Polícia Militar do Pará - PMPA, e dá outras providências. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

____. Lei nº 6.833, de 13 de fevereiro de 2006. Institui o Código de Ética e Disciplina da Polícia Militar do Pará. Disponível em:< http://www.pm.pa.gov.br/sites/default/files/files/LEI%206833%20de%2013-02-06.pdf>. Acesso em: 29 jan. 2020.

____. Plano Estratégico da Polícia Militar do Pará 2015/2025. Estado Maior da PMPA. 6ª Seção do EMG – Planejamento e Orçamento. 1ª ed. Belém: PMPA, 2015. Disponível em:. Acesso em: 18 jan. 2020.

____. Portaria nº 002/2017, de 17 de agosto de 2017. Estabelecer procedimentos para ações de Polícia Comunitária nas unidades definidas nesta Portaria. Polícia Militar do Estado do Pará. Disponível em:< http://www.pm.pa.gov.br/files/files/2017_09_11-adit172.pdf>. Acesso em: 18 jan. 2020.

SÃO PAULO. Polícia Militar de São Paulo. Manual de padronização de procedimentos policiais militares. M-13-PM. 2 ed. ver. São Paulo: CSM/M Int, 2003.

SIMCSIK, Tibor. OSM: Organização, Sistemas e Métodos. São Paulo: Futura, 2001.

USINORO, Carlos Hiroshi. Escritório de processos – BPMO Business Process Management Office. Rio de Janeiro: Brasport, 2015.
Publicado
2021-11-04
Como Citar
Chagas, C., Gaudêncio, I. R., & dos Santos, J. (2021). APLICABILIDADE DA METODOLOGIA DE GESTÃO POR PROCESSOS NA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ. Revista Do Instituto Brasileiro De Segurança Pública (RIBSP) - ISSN 2595-2153, 4(10), 9-23. https://doi.org/https://doi.org/10.36776/ribsp.v4i10.128