RETROSPECTIVA IBSP 2019

Nosso IBSP foi fundado em 19 de outubro de 2017, portanto fechamos nosso ciclo de 2 anos de existência firmes na missão de oferecer à sociedade civil e à comunidade acadêmica produção científica qualificada, sob os valores do rigor científico, da isenção ideológica e da liberdade intelectual, com uma visão de futuro audaciosamente projetada para nos consolidarmos nacionalmente como referência acadêmica na discussão e construção de saberes sobre segurança pública.

Uma de nossas vitórias ao longo de 2019 foi ver um dos nossos produtos mais caros, a Revista do Instituto Brasileiro de Segurança Pública, sob a plataforma Open Journal Systems (ISSN 2595-2153; confira em: http://ibsp.org.br/ibsp/revista/index.php/RIBSP) atingir a classificação “B4” no “Qualis-Periódicos”, quando ainda contava com pouco mais de 1 ano de seu lançamento e tendo 2 números no primeiro volume e mais um suplemento (2018); o ranqueamento promovido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) atingiu 22.042 periódicos, dos quais 2.826 foram classificados A1, 2.639 como A2, 2.228 em A3, 2.107 como A4, 1.977 no nível B1, 1.657 em B2, 1.594 no nível B3, 1.829 em B4. Esse sucesso deve ser compartilhado por cada um de nossos articulistas que confiaram em nossa proposta e, particularmente, ao professor doutor Edson Benedito Rondon Filho, editor de nossa Revista do Instituto Brasileiro de Segurança Pública; a meta agora é atingir a classificação “A” e, para tanto, já contratamos a aquisição do código DOI (Digital Object Identifier) para nossa Revista e seus artigos.

Outro canal de produção e difusão científica que em mais um ano superou as expectativas foi nosso canal deNotícias” (confira em: http://ibsp.org.br/noticias/); seguindo a mesma proposta de rigor científico, isenção ideológica e liberdade intelectual, o canal leva ao leitor conteúdos atuais e numa apresentação comunicativa mais direta e compacta, à qual se agregam referências para leitores interessados em aprofundamentos no tema e fontes bibliográficas.

Ao longo de 2019 foram os 19 artigos de Notícias que fizeram nosso Website receber a visita de 13.078 usuários internautas, que levaram a 23.537 visualizações de nossas páginas. Foram registrados 17.134 acessos oriundos do Brasil, seguidos de 433 dos Estados Unidos, 76 do Canadá, 40 de Portugal, 19 do Reino Unido, 18 da China, além de outros 33 países de todo o globo, em que se registraram até 10 acessos. Os artigos mais lidos foram “Posse de armas: IBSP se adianta e mostra quadro comparativo com novo Decreto”, com 2.860 acessos desde que publicado em 15 de janeiro de 2019 (confira em http://ibsp.org.br/direito-penal-e-processual-penal-militar/novo-decreto-de-posse-de-armas-ibsp-se-adianta-e-mostra-quadro-comparativo-com-o/) e “MEC reconhece ciências policiais como área do saber”, publicado em 11 de outubro de 2019 e com 2.704 acessos (confira em http://ibsp.org.br/pensamento-socionormativo-da-seguranca-publica/mec-reconhece-ciencias-policiais-como-area-do-saber/).

Foi também neste ano que criamos o que chamamos “Rede Virtual de Instituições e Pesquisa na Área de Segurança Pública”, na forma de um espaço virtual concebido, hospedado e mantido pelo IBSP (confira em http://ibsp.org.br/rede-nacional/), para difusão do conhecimento e fortalecimento da doutrina de segurança pública e por onde Corporações, Instituições e Agências de Ensino, Pesquisa e Extensão convenentes disponibilizam os links de acesso ao seus respectivos repositórios, formando-se uma rede virtual de extensão nacional, permitindo um fácil intercâmbio de saberes e experiências; a primeira instituição a aderir foi a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, por ato de seu Comandante-Geral, Coronel PM ALARICO JOSÉ PESSOA AZEVEDO JÚNIOR, publicado no Boletim Geral nº 039, de 25 de fevereiro de 2019.

Como somos uma instituição de pesquisa acadêmica e não entidade “meramente” associativa, razão bastante para não fixarmos como meta a agregação de elevado número de associados, mas sim atingirmos cada vez mais – em qualidade e quantidade – produção científica qualificada, hoje temos representação em 15 unidades da federação e em 2020 pretendemos integralizar todo o Brasil, tão somente para que possamos ter, entre nós, mentes de cada um dos cantos do país, revelando as diversidades e os saberes de uma nação tão rica.

Nosso agradecimento aos integrantes dos órgãos de direção do IBSP, aos editores, articulistas e colaboradores de nossa Revista, à Federação Nacional das Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), ao Conselho dos Comandantes-Gerais (CNCG-PMBM) e, especialmente, aos nossos leitores de todo o mundo; e que em 2020 venham mais vitórias, pessoas e instituições parceiras a quem agradecer.

 

Brasil, 27 de dezembro de 2019.

Prof. Dr. AZOR LOPES DA SILVA JÚNIOR[1]

Presidente do IBSP

[1] Pós-doutorando pesquisador de “Hermenêutica e Positivismo Jurídico” pela Unesp, Doutor em Sociologia (Unesp), Mestre (Universidade de Franca) e Especialista (Unesp) em Direito. Advogado militar, Professor Universitário de Direito Processual Penal e Direito Constitucional, Coronel da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo e Presidente do Instituto Brasileiro de Segurança Pública (ibsp.org.br). Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6088271460892546.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.