SEGURANÇA PÚBLICA E DESARMAMENTO CIVIL NO BRASIL

Palavras-chave: Desarmamento civil, Segurança Pública, Estatuto do Desarmamento, Segurança individual, Desarmamento

Resumo

O presente artigo se propõe a realizar uma análise sobre a questão do Desarmamento Civil a partir do contexto da segurança pública. É realizada uma análise dos motivos sociais, ideológicos, legais e políticos que levaram à criação do Estatuto do Desarmamento em 2003 e sua relação com o contexto histórico que permeou esse processo. O texto aborda também a questão do desarmamento civil em outros países. No final é realizada uma reflexão crítica sobre vários argumentos que pontuam o discurso sobre o desarmamento civil e a responsabilidade do estado na segurança pública, expondo assim uma aparente dicotomia entre segurança pública e segurança individual.

Biografia do Autor

Welthon Rodrigues Cunha, Centro Universitário de Goiatuba - UniCerrado

Doutor e Mestre pela PUC-GO, Especialista em Segurança Pública pela FAVENI, Especialista em Defesa Civil pela CRUZEIRO DO SUL, Bacharel e Licenciado em Filosofia, Licenciado em Biologia.  Professor Titular do Centro Universitário de Goiatuba -  UniCerrado

Referências

ANDRADE, Vinícius Lúcio. Direito Fundamental a Segurança Pública: fraternidade, participação e efetividade. In. ORBIS, v. 4, nº 01, 2014. Disponível em: http://cesrei.edu.br/ojs/index.php/orbis/index. Acesso em 10 de Maio de 2019.

BRAGA, Diego. Direito, poder, legitimidade e controle social. Acesso em 03 de março de 2018. Disponível em https://blog.esquerdaonline.com/?p=8041&print=pdf Postado Em 5 de julho de 2017.

BRASIL. Congresso. Constituição Federal. Brasília, DF, 1998.

BRASIL. Presidência da República. Regulamento para Fiscalização de Produtos Controlados (R – 105). Brasília, DF, 2000.

CABETTE, Eduardo Luiz Santo; NETO, Francisco Sannini e JÚNIOR, Joaquim Leitão. O decreto do presidente Bolsonaro sobre posse de armas de fogo: algumas questões pontuais. IN: Juris Plenum, Caxias do Sul: RS, ano XV, nº 86, março-abril de 2019.

CERQUEIRA, Daniel Ricardo de Castro. Causas e Consequências do crime no Brasil. Rio de Janeiro: BNDES, 2014.

DEFESA, Instituto. Arquivos para Estatística e Ciência. Curitiba: Instituto Defesa, 2018. Disponível em: http://www.defesa.org/cat/estatistica-e-ciencia/. Acesso em 10 de Maio de 2019.

GUIMARÃES, Thiago. Queda de Homicídios em SP é obra do PCC, e não da política, diz pesquisador. Jornal Brasil News, 12 de fevereiro de 2016. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/02/160210_homicidios_pcc_tg. Acesso em 02 de Maio de 2019.

HALBROOK, Stephen P. Hitler e o Desarmamento: como o nazismo desarmou os judeus e os “inimigos do Reich”. Campinas, SP : Vide Editorial, 2017.

IPEA e FBSP. Atlas da Violência 2018. Brasília: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, 2018.

LOPES, Jecson Girão. Thomas Hobbes: a necessidade de criação do Estado. In: Griot - Revista de Filosofia, v. 6, nº 02, Amargosa-BA, dezembro de 2012. Disponível em: file:///C:/Users/Usuario/Downloads/526-Texto%20do%20artigo-1482-4-10-20181111.pdf. Acesso em 06 de Maio de 2019.

MALCOM, Joyce Lee. Violência e Armas: a experiência inglesa. Campinas-SP: Vide Editoria, 2014.

MELO, Filipe Pereira de. Estatuto do desarmamento lei 10.826/2003 – consequências sociais e jurídicas. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XIX, nº 155, dezembro de 2016. Disponível em: . Acesso em 10 de março de 2019.

QUINTELA, Flávio e BARBOSA, Bene. Mentiram para mim sobre o desarmamento. Campinas, SP: Vide Editorial, 2015. p. 13 – 18.

REBELO, Fabrício. Após o Estatuto do Desarmamento, homicídios com uso de arma de fogo são os que mais crescem. 2015. Disponível em: https://rebelo.jusbrasil.com.br/artigos/266705338/apos-o-estatuto-do-desarmamento-homicidios-com-uso-de-arma-de-fogo-sao-os-que-mais-crescem. Acesso em 05 de Março de 2019.

STOCO, Rui. Responsabilidade Civil e Segurança Pública. Agosto de 2005. Disponível em: https://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI14937,11049-Responsabilidade+civil+e+seguranca+publica. Acesso em 05 de Março de 2019.

UNIC/RIO. Declaração Universal dos Direitos do Homem. Rio de Janeiro: ONU, Janeiro de 2009.

WEBER, Max. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva . 2º v. Brasília: UnB. 1999.

WILLIAMS, Walter; PAUL, Ron; MOLYNEUX, Stefan e SNYDER, Michael. Vinte Fatos que Comprovam que a posse de armas deixa uma população mais segura. Artigo Mises Brasil, 19 de novembro de 2014. Disponível em: https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1974&fbclid=IwAR1iqymGl9cdxvCuAX1WOJDmrHEWXm_PXHbUuRRBYefnWwin14yzFBkx6uM#.XNPvESzT1c4.facebook. Acesso em 08 de Abril de 2019.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
Cunha, W. (2020). SEGURANÇA PÚBLICA E DESARMAMENTO CIVIL NO BRASIL. Revista Do Instituto Brasileiro De Segurança Pública (RIBSP) - ISSN 2595-2153, 3(7), 170-180. https://doi.org/https://doi.org/10.36776/ribsp.v3i7.99