FUNCIONAMENTO E GESTÃO DO SISTEMA PRISIONAL BAIANO.

  • João Apolinário da Silva PMBA
Palavras-chave: Homicídios; Presos; Sistema Prisional.

Resumo

O presente texto trata da evolução dos crimes de homicídio no Brasil e no estado da Bahia, bem como o controle dos presos no sistema prisional. Buscou-se compreender a proporção dos presos em relação ao quantitativo de homicídios nos intervalos de tempo em que os dados são coincidentes. A pesquisa foi realizada no sistema prisional baiano entre os anos de 2013 e 2017. Foi aplicado o método hipotético-dedutivo associado às técnicas de pesquisa quantitativa e qualitativa, a fim de compreender os reflexos e extensão da influência que os presos possuem dentro e fora do sistema prisional da Bahia. Partiu-se do estudo das unidades prisionais, fazendo-se preliminarmente um levantamento dos homicídios ocorridos no Brasil e na Bahia. Da mesma maneira fez-se o levantamento da evolução do contingente carcerário ao longo do tempo. Como resultado da pesquisa constatou-se que a série dos homicídios no Brasil e na Bahia ocorreu de forma similar (sempre crescente). Embora todas as séries tem marcha crescente, a evolução dos crimes na Bahia é mais acentuada do que no Brasil. Já em relação aos presos, a serie temporal se mostrou estacional, contrariando a evolução da série dos crimes letais. Constatou-se ainda que a gestão dos presos no sistema prisional é dividida entre o Estado e os prisioneiros. Com a divisão de poder no controle dos presos, constatou-se que facilitou a formação de uma “sociedade criminosa” dentro das prisões e que transbordou para os territórios das cidades.

Referências

ARRAES, V. C. Estados Unidos: a instituição de um sistema prisional singular. Meridiano 47 - Journal of Global Studies, v. 9, n. 92, p. 8–9, 12 out. 2010.
BRASIL. Levantamento nacional de informações penitenciárias - IFOPEN - Dez 2014, 2014. Acesso em: 12 fev. 2018
BRASIL, C. DOS D. CPI Sistema carcerário. Biblioteca Digital - Câmera, 2009. Disponível em: . Acesso em: 11 fev. 2018.
BRASIL, P. DA R. S. G. Mapa do encarceramento: os jovens do Brasil. Presidência da República e Secretaria Nacional de Juventude, 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 fev. 2018
BRASIL, S.-G. DA P. DA R. S. N. DE J. Mapa do encarceramento: os jovens do Brasil. 2018. Disponível em: . Acesso em: 11 fev. 2018
BROWN. Criminology: explaining crime and its context. 7th. ed. New Providence: Matthew Bender & Company, Inc, 2010.
COSTA, A. T. M. Investigação de homicídios no Brasil, 2010. Disponível em: . Acesso em: 13 fev. 2018
DURKHEIM, E. The Division of Labor in Society. [s.l.] Simon and Schuster, 2014.
FOUCAULT, M. Microfisica del poder. [s.l.] Planeta-Agostini, 1994.
HO, R. Handbook of Univariate and Multivariate Data Analysis and Interpretation with SPSS. [s.l.] CRC Press, 2006.
IBGE, I. B. DE G. E E. População da Bahia. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2018.
LOURENÇO, L. C.; ROCHA, G. L. Prisões e punição no Brasil contemporâneo. [s.l.] SciELO - EDUFBA, 2013.
MARVELL, T. B.; MOODY, C. E. Prison population growth and crime reduction. Journal of Quantitative Criminology, v. 10, n. 2, p. 109–140, 1 jun. 1994.
PERES, M. F. T.; SANTOS, P. C. DOS. Mortalidade por homicídios no Brasil na década de 90: o papel das armas de fogo. Rev Saúde Pública, p. 58–66, 2005.
POPPER, K. R. Conjecturas e refutações. Coimbra: Almedina, Joaquim Machado Lda, 2006.
RANGEL, F. M. et al. Overcrowding in Brazilian prison system: Political operator of the contemporary rationality. Estudos de Psicologia (Natal), v. 21, n. 4, p. 415–423, dez. 2016.
RODER, A.; COTTA, R. Negócios Internacionais: Perspectivas brasileiras. [s.l.] Elsevier Brasil, 2016.
SÁNCHEZ, J.-M. S. Eficiência e Direito Penal. [s.l.] Editora Manole Ltda, 2004.
SIEGEL, L. J. Criminology: The Core. Wadsworth: Cengage Learning, 2011.
WACQUANT, L. O lugar da prisão na nova administração da pobreza. Novos estudos CEBRAP, n. 80, p. 9–19, mar. 2008.
WAISELFISZ, J. J. Mapa da Violência III. Brasília: UNESCO, Instituto Ayrton Senna, Ministério da Justiça/SEDH, 2002.
Publicado
2018-09-29
Como Citar
Silva, J. (2018). FUNCIONAMENTO E GESTÃO DO SISTEMA PRISIONAL BAIANO. Revista Do Instituto Brasileiro De Segurança Pública (RIBSP), 1(2), 9-25. Recuperado de http://ibsp.org.br/ibsp/revista/index.php/RIBSP/article/view/15